quinta-feira, 23 de junho de 2011

Radar Net-chifre: Porrada é pra lamber, não é pra dar

Meus caros leitores, escolados na cornitude, ensinem pra esse cabra de chifres esquentados como curtir a noitada da esposa sem pegar cadeia.



Dando um rolê na web, encontrei esta história real, a redação é bem hilária, vejam:


segunda-feira, 25 de abril de 2011


ESTÓRIA DE CHIFRE 

Euclides  dos Santos foi preso pelo cabo Viana, que comandava a
equipe da Viatura 1680 da 14ª Companhia Interativa Comunitária
MULHER INVOCA JUDAS E APANHA DO MARIDO
Era quinta feira, véspera da Sexta Santa em Manaus na rua Domingo Alvarez, bairro Tancredo Neves. O vendedor ambulante  Euclides Santos Alves 27, e sua patroa Fabiana Oliveira 25, curtiam juntos no ninho a filhinha que brincava com o casal.
Foi que apareceu uma enviada do demônio, ou talvez mandada por Judas Iscariotes inventor das traições desse mundo cão, bateu na porta do casal e numa conversa de pé de ouvido convidou Fabiana para irem sair pelo bairro de repente num passeio vespertino.
Euclides então ficou cuidando da bebê enquanto a patroa saiu com a amiga cheia de acendume, vestida com um uniforme de piriguete pelo bairro, rumo da casa de outra amiga que vestiu Fabiana e se tacaram no rumo de um forró mela-cocha do rabo de vaca na Zona Leste e a fuleragem começou.

Fabiana apertou um copo de gelada, dois, três e se atracou com um mototaxista pávulo recém chegado do Pará e no ritmo do Rabo de Vaca dançaram a noite inteira, depois rolou mais gelada, esbruga, e por fim o chifre propriamente consumado.

O dia vinha clareando o mototaxista libera Fabiana perto de sua casa e pega o beco. Foi que ela esfregando os olhos e limpando resto de batom, se arrumando toda bate na porta, foi entrando e a peia cantando, Euclides desceu a mão com vontade, rápido chegou os home e grampearam o corno na Lei Maria da Penha e xilindró no pai de família inocente.
Euclides passou a sexta feira santa no xilindró injustiçado que nem Jesus pregado na cruz.
Relatos de fatos reais publicado no Portal do Holanda.


Fonte: Publicado em http://zezoferreira.blogspot.com/2011/04/estoria-de-chifre.html#more

5 comentários:

  1. tem gente que nao sabe reconhecer a sorte que tem!
    se fosse a minha..ia ter chanpagne e petalas de rosas espalhadas pela cama esperando-a, so para lamber seus pes, enquanto me contas , como foi a noite

    ResponderExcluir
  2. A reportagem diz que "o pai de família inocente foi pro xilindró". Inocente nada, será que ele não entende que nasceu pra isso. Ela fez o que lhe é de direito, saiu e se divertiu e ele tinha que se conformar com isso, pois uma vez corno, corno até morrer. Um verdadeiro homo sapiens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É UM OTARIO,NÃO SABE SER FELIZ

      Excluir

Participe do blog

Envie suas fantasias, suas histórias, dúvidas, sugestões e pedidos de aconselhamento. E acompanhe minhas dicas neste blog.
E-mail: domadoradecorno@gmail.com